Observatório recebe 1ª oficina da Grande Reserva Mata Atlântica na região

Na tarde da última segunda-feira, dia 11, o Observatório recebeu a 1ª oficina da Grande Reserva Mata Atlântica na região de Juquitiba e São Lourenço da Serra. O evento contou com a presença da equipe do projeto, empresários do turismo, representantes da Prefeitura de Juquitiba e do terceiro setor. O encontro teve o objetivo de promover a interação presencial da rede e dar início ao mapeamento dos atrativos e atividades turísticas para a criação de materiais de divulgação.


Durante a reunião, a designação da região dentro do projeto foi alterada. Inicialmente, o nome Portal Floresta Atlântica havia sido o escolhido. Após novas discussões, no entanto, optou-se pela substituição por Portal da Mata Atlântica. Os "portais", como são chamadas as divisões dentro da Grande Reserva Mata Atlântica, visam reunir municípios próximos com características e potenciais turísticos semelhantes para que haja um trabalho conjunto. O nome escolhido ressalta o papel de Juquitiba e São Lourenço da Serra como porta de entrada da Região Metropolitana de São Paulo para o maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do país, que abrange parte dos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.


Durante o encontro, os participantes trouxeram suas perspectivas sobre os potenciais e desafios da região para a conservação ambiental e o desenvolvimento turístico. Levantaram ainda elementos e chamarizes que devem ter destaque na divulgação do Portal da Mata Atlântica. Ao final da oficina, foi concluído um esboço de mapa turístico apontando serviços e atrativos de Juquitiba e São Lourenço da Serra. A partir de agora, a rede fará um levantamento fotográfico da região para a criação dos materiais publicitários.


Participantes da oficina reunidos no refeitório do Observatório.

26 visualizações