top of page
capa1.png

INSTITUCIONAL

Sobre nós
saira_sete_cores-removebg_edited.png

A Associação Observatório do Turismo de Juquitiba é uma ONG fundada em 18 de abril de 2018, a partir da iniciativa de estudantes egressos do curso de Gestão Ambiental da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP), com o apoio da Empresa Júnior de Lazer e Turismo da USP. A organização dedica-se a apoiar e promover o turismo sob uma abordagem multidisciplinar, explorando a relação do setor econômico com a agenda socioambiental contemporânea. Com apelo especial ao segmento do ecoturismo, o Observatório realiza atividades de pesquisa, desenvolvimento e gestão de projetos, consultoria para os setores público e privado, capacitação profissional, educação ambiental, cultura e lazer, tendo como pano de fundo o município de Juquitiba, na Região Metropolitana de São Paulo.

A sede do Observatório do Turismo de Juquitiba, gerida pela associação, ocupa uma área de 107.981 m², abrigando infraestrutura para recepção de público e uma grande reserva de Mata Atlântica. O ambiente traz uma proposta multiuso para conectar os visitantes à natureza, história e identidade cultural de Juquitiba, representando um importante centro de difusão do ecoturismo para a comunidade juquitibense e um atrativo turístico para aqueles que visitam a cidade. Para além dos limites municipais, o Observatório ainda atua nacionalmente no aprimoramento do turismo, seja apoiando, integrando ou implementando iniciativas em outras localidades que buscam usufruir de seus potenciais para a promoção do desenvolvimento local sustentável.

MISSÃO

Promover o desenvolvimento do turismo, principalmente do segmento do ecoturismo, por meio de iniciativas que propiciem a inclusão social e a conservação da biodiversidade, dos recursos naturais, ecossistemas e do patrimônio cultural das comunidades.

VISÃO

Tornar-se referência nacional em ações e projetos relacionados ao desenvolvimento do turismo e seu aprimoramento a partir da convergência com demandas socioambientais, impulsionando simultaneamente a consolidação de Juquitiba como destino de referência em ecoturismo.

VALORES

Proteção do meio ambiente;

defesa da justiça social;

apoio à popularização da ciência;

respeito à diversidade social.

Sobre Juquitiba

POR QUE JUQUITIBA?

Situado no extremo-sul da Região Metropolitana de São Paulo, o município de Juquitiba constitui um território estratégico para a conservação de recursos naturais e serviços ecossistêmicos essenciais a cidades da Grande São Paulo e do Vale do Ribeira. Incluído na Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo e englobando trechos do Parque Estadual da Serra do Mar (PESM) e da zona de amortecimento do Parque Estadual do Jurupará (PEJU), Juquitiba representa uma área de transição entre a região mais populosa do Brasil e o maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do mundo, que se estende em direção ao sul do estado de São Paulo.

Para além da significativa cobertura vegetal conservada, que ultrapassa 80% de seu território, o município está totalmente inserido em Área de Proteção aos Mananciais. Entre os corpos hídricos mais importantes de Juquitiba, destacam-se o Rio São Lourenço e o Rio Juquiá, que abastecem a Represa Cachoeira do França, utilizada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para fornecimento de água a cerca de 2 milhões de pessoas na região metropolitana da capital. As nascentes do município desempenham ainda papel relevante para todo o Vale do Ribeira, uma vez que fornecem água límpida à bacia hidrográfica do Rio Ribeira do Iguape.

A relevância ambiental de Juquitiba e o potencial turístico do município, surgido ainda na década de 1980 com os primeiros esportes de aventura praticados nas corredeiras do Rio Juquiá, inspiraram a criação do Observatório. Usufruindo da localização privilegiada do território, próximo a grandes centros urbanos emissores de turistas, a organização estabeleceu como intento viabilizar um processo de desenvolvimento local sustentável, baseado no turismo como principal atividade econômica e amparado nas premissas da proteção do meio ambiente e da busca pela justiça social.

Brasil-SP.png
SP_Juquitiba.png
Juquitiba.png

Rio São Lourenço

Rio Juquiá

BRASIL

SÃO PAULO

JUQUITIBA

Represa Cachoeira do França

Observatório

POR QUE ECOTURISMO?

Na esteira do fortalecimento da pauta ambiental na agenda política internacional, ocorrida a partir da década de 1970, o segmento do turismo ecológico, ou ecoturismo, surgiu como resposta do setor turístico à demanda crescente por novas práticas econômicas sensíveis às questões socioambientais. Em contraposição à massificação do turismo em grandes destinos consolidados, que acarretava negativos impactos ambientais e acentuava desigualdades, o ecoturismo propôs uma ressignificação da relação entre turistas e territórios visitados.

 

O ecoturismo difundiu valores pioneiros ao valer-se da interação dos turistas com a natureza para promover a educação ambiental e estimular a conservação da biodiversidade, de recursos e paisagens naturais para a geração de renda. Ao mesmo tempo, também trouxe uma inédita atenção ao protagonismo das comunidades locais no desenvolvimento e gestão das atividades turísticas, de forma a assegurar seu bem-estar e a preservação das culturas tradicionais. Tais propostas embutidas em sua concepção fizeram do ecoturismo um segmento fortemente relacionado ao conceito de sustentabilidade.

Atualmente, o turismo ecológico desponta como um dos segmentos turísticos que mais expandem-se no Brasil e no mundo, impulsionado principalmente pelas  populações residentes em centros urbanos que buscam contato com a natureza. A possibilidade de convergência entre o desenvolvimento econômico local, a conservação de ecossistemas e a inclusão social de comunidades nos destinos ecoturísticos, mantém esse tema em alta na agenda socioambiental contemporânea. É sobre esse contexto que o Observatório do Turismo de Juquitiba trabalha, trazendo as ideias e valores imbuídos no segmento do ecoturismo para a realidade dos territórios onde a organização atua.

Sobre o ecoturismo
bottom of page